skip to main | skip to sidebar

20 de setembro de 2008

EXALTAÇÃO



Aumentem o volume do som.






És onde bebo a luz e a madrugada
Perdido entre essas coxas de cetim
A tua boca fresca e aveludada
Onde há restos de seiva e de jasmim

E os segundos contigo duram meses
E é só a vida toda que te peçoo
Depois de ter morrido tantas vezes
No peito triunfal que não mereqo

O teu sabor a fruta e a saudade
De musa favorita dos aedos
Exalta em mim de novo essa vontade

Volúpias fantasias e segredos
Tu és um vendaval de claridade
Que incendeia a lingua dos meus dedos



Poema de FERNANDO TAVARES RODRIGUES

In XXI Sonetos de Amor ficheiro que me foi enviado por NONAS

8 comentários:

Fatyly disse...

Profundo e tocante.

Beijos e um bom fim de semana

claras manhãs disse...

Olá Fatyly


bom fim de semana também para ti.

beijinho grande

cris disse...

Nunca é demais, nunca cansa. As coisas belas não cansam!
Líndissimo tudo!
Quem dera poder, ainda que uma vez, exaltar assim, as palavras!
Quem dera!
E este vídeo é absolutamente fantástico!

Bom findji :-)

O som foi "puxado" ao máximo, como deves calcular! até arrepia, Minucha :-)
Que beleza!

xistosa - (josé torres) disse...

Belíssimo.
Palavras para quê?
O fim de semana soará mais repousante.

claras manhãs disse...

Olá Cris


Minha Querida, penso que as exaltas, às palavras, muito bem.
Não te menosprezes.
Uma beleza o som e o video, heim?

sorriso feliz

beijinho, muito terno

claras manhãs disse...

Olá Xistosa

gosto tanto, também eu.


beijinho

a voz disse...

O Nonas é um Amigo!

claras manhãs disse...

É sim, Mário!

Mandou-me mais.
Uma sorte muito grande, tê-los aos Dois como Amigos!

Um beijinho grande
M