skip to main | skip to sidebar

25 de março de 2009

O MOMENTO ESCOLHIDO



VAN GOGH




Estava deitada no chão sentindo o calor da terra acolhedora, que o sol aquecera.
Tirou a t shirt, oferendo o corpo aos raios solares, já moreno de si, quando a brisa passageira a refrescou e veio-lhe à mente uma frase de um poema de Fernando Pessoa
«…não quero nada do acaso, senão a brisa na face…»
Acaso, acaso, pensativa repetia, acaso é o pão nosso de cada dia, embora se diga que colhemos o que semeamos…..o acaso espreita a cada momento, infiltra-se
provavelmente o ‘colher’ estará na resposta dada ao acaso quando o acaso invade
Há os afortunados que conseguem não responder ao acaso, não era o seu caso, que nem se lembrava de contar até três como sempre lhe tinham ensinado
Sorriu feliz com o afago da brisa na face e pareceu-lhe que de acaso não tivera nada. Fora conscientemente que ali se tinha deitado no meio de tanto amarelo a perder de vista, com o céu azul por cima, o rio a correr ao seu lado, azul também, como seria evidente
Amarelo, sempre gostara de amarelo e de vermelho e do azul, mas amarelo era a sua cor, o sol e a lua
Não, não fora acaso a brisa na face, nem o amarelo nem o azul, nem o calor da terra nem o rio.
Riu feliz, por saber ter escolhido o momento



23 comentários:

xistosa - (josé torres) disse...

Convenhamos que a reflexão pode enveredar por caminhos invios ou ímpios, se bem que nada nos diga que o acaso não fosse aparentemente ligado a algo premeditado.
Um acaso casualmente provocado.
O Pessoa queria "dêem-me, aqui onde jazo, só uma brisa que passe".

Parece-me que ela procurou o calor da terra, desnudou-se para o sol e deitada, pensou no caso do acaso.
Soprou a brisa e lembrou-se do resto de Pessoa,

"não quero nada do acaso, senão a brisa na face,/
dêem-me um vago amor de quanto nunca terei/
não quero gozo nem dor, não quero vida nem lei.
Riu feliz do acaso?

Mike disse...

Uma arte, essa de saber escolher o momento. E que não está ao alcance de todos. :)

inespimentel disse...

Todos os momentos são frutos escolhidos pelo acaso!
Amo o quadro... se não é o meu preferido o Van anda lá bem perto!

claras manhãs disse...

Olá Xistosa

sorriso

Descontextualizei a frase, Xistosa.
adoro aquela frase.
Riu feliz, porque por acaso estava um dia feito à sua medida, quente quanto bastasse, não demasiado quente

beijinho

claras manhãs disse...

Olá Mike

Todos temos, felizmente, penso, essa arte....de vez em quando
risos

beijinho

claras manhãs disse...

Olá Inês

Também é um dos que mais gosto.
Mas todos os amarelos de Van Gogoh são espectaculares
Todos os momentos são fruto do acaso?
Vou pensar melhor nisso
sorriso pensativo

beijinho

JúliaML disse...

seria bom se por um acaso eu mergulhasse nessa tela amarela (adoro o amarelo desde menina) e olha, não sairia, nem par hasard , nem por escolha.ficaria suspensa no momento :-P

beijo.

claras manhãs disse...

Risos
uuaauuu Júlia!
Par hasard mergulhavas, mas ficavas
Não era mal escolhido, não senhora.

beijinho

xistosa - (josé torres) disse...

A dificuldade, que não o era é que ia levar esse agradável dia para a brejeirice.
Deitada em terra quente, sem a t-shirt, oferecendo-se ao sol, só isso perturbou o Van Gogh e foi isso que me levou a tentar ajudar o pobre pintor, que a ele sim, a brisa na face ... o resto já está dito.

Gosto de espreitar à janela, mas gosto janelas de duas folhas e não de guilhotina.
Destas, só temos um ângulo, nas outras abarcamos tudo.

Fatyly disse...

Pequenos momentos e gestos que a vida nos oferece e que a maioria não sabe tirar partido.

Gostei!

Beijocas

Adrian LaRoque disse...

O segredo sempre foi esse...escolher o momento!

Paulo - Intemporal disse...

e porque o acaso é o pão nosso de cada dia, encontro sempre aqui

o saco na porta

o pão para amanhã

e saio. vigiado pelo acaso.

um beijo

JúliaML disse...

Querida Minucha, esperamos outro Momento, este amarelo começa a ficar aflito :-P

beijooooooooooooos

Mateso disse...

O acaso...existirá? Um puro caso de escolha ao acaso, direi, ou melhor, ocasional caso de uma escolha casual... e por aí fora...
Mas caso, acaso e ocaso, fora estes, o texto é uma bela divagação do fortuito deliberado consciente ,capeado de um amarelo soberbo. Aliás Van Gogh, para mim é o único na conquista do amarelo palha. Soberbo na sua arte!
Bj.

Desnuda disse...

Um texto interessante e uma bela pintura de Van Gogh.


Beijos!

claras manhãs disse...

Olá Xistosa

risos
Também gosto de janelas bem abertas, mas sempre gostei muito das janelas de guilhotina, talvez devido à memória de um namoro escondido

beijinho

claras manhãs disse...

Olá Fatyly

Têm sido esses momentos que têm feito de mim uma preguiçosa, nestes dias
sorriso divertido

beijinho

claras manhãs disse...

Olá Adrian

Tens toda a razão, e quantas vezes não erramos esse momento

beijinho

claras manhãs disse...

Olá Paulo

e acompanha-te sempre o meu sorriso terno


beijinho

claras manhãs disse...

Olá Júlia

Por estes lados estamos mal de momentos, por agora, minha querida.
Não sei quando voltarão

beijinho

claras manhãs disse...

Olá Mateso

Gosto de amarelo e os de Van Gogh são soberbos, como dizes.

beijinho

claras manhãs disse...

Olá Desnuda

Obrigado

beijinho para ti

日月神教-向左使 disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,a片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,性愛