skip to main | skip to sidebar

6 de março de 2009

CARTA




óleo sobre tela de Irina




Queria-te mandar flores, mas eras capaz de não perceber, por isso preferi pô-las em mim e mandar-te a minha fotografia, para te não esqueceres que sou MULHER
Poderia dizer-te, parece que seria mais fácil... mas não é
Sou a que vive preocupada em te facilitar a vida e sou também a que olhas como se fosse minha obrigação fazê-lo
sou a tua criada, por não ser capaz de te virar as costas, parva que sou julgando que é por isso que me dás algum crédito e, a que se está habituada a que sejas tu a apaparicar-me
Sou aquel’ outra que se põe na tua frente e te pergunta se está bonita, porque tu já nem olhas, mas sou também a que se arranja para si e que não quer saber da tua opinião
e, sou a que olhas com amor, pensando na sorte que tiveste
Sou a que chora na cama vazia esperando que chegues, sabendo que estás com outra e, sou a que tenho a cama cheia quando tu não estás
A que está apaixonada por outra igual e sofre sem se conseguir afirmar, mas sou a outra que se mostra e tem orgulho no que se tornou e no que conseguiu vencer
Sou a que passa fome para alimentar os filhos, porque tu safado mostraste em tribunal o ordenado mínimo, apesar de teres iates e carros topo de gama, ah! mas sou também a que te esfola com agrado, com a juíza do meu lado
Sou a que está na valeta, estendendo-te a mão miserável e que tu nem um toste dás e, sou aquela que vive bem e que nem um cêntimo dá ao desgraçado que me pede
A que vive infeliz ao teu lado e a que vira mesa e luta por ti
Sou a que morre de fome no sul do planeta e, a que vive bem no norte
Sou a do interior e a da cidade, mas sou também a que na cidade é violada e, que no litoral é apreciada
Sou a sovada por amor, dizes, e a que se lhe tocares, nem que seja com um só dedo, participa de ti
Sou aquela que vive contigo feliz e amada e sou a que estou sozinha, não aguentando a solidão
Sou a mãe dos teus filhos e, aquela que os não tem
Sou a que é miseravelmente paga pelo seu trabalho ou não tem emprego, mas sou, também, a que está no topo da carreira (poucas, muito poucas)
Sou a que se deita contigo na cama, se enrodilha feliz no amor e, a que nada sente
Sou a Mãe do Mundo
Não esqueças, sou MULHER, hoje e sempre

20 comentários:

Fatyly disse...

Nunca é demais gritar..."sou MULHER, hoje e sempre".

Parabéns pelo texto.

Beijocas

inespimentel disse...

Que viagem alucinante ao mundo feminino, tão amplamente visitado neste post!
... e cada uma de nós é varias dessas que apontas com as tuas palavras...
Mulher com M UNA e DIVIDIDA!
xicoração

JúliaML disse...

obrigada por Ode à mulher. Funda.

beijo

Mateso disse...

A MATRIZ da vida, a garra da luta, a lágrima da dor, o sorriso do Ser e o corpo da Gente.
Obrigada!
Bj.

claras manhãs disse...

Olá Fatyly

sorriso terno para ti, que sempre me compreendes tão bem

beijinho

claras manhãs disse...

Olá Inês

Somos assim todos.
O positivo e o negativo andam sempre de mãos dadas

beijinho grande, grande

claras manhãs disse...

Tu Júlia

andas no meu coração

beijo terno

claras manhãs disse...

Oh Mateso!

Tão lindo oo que escreveste
Obrigado

beijinho

Carla Silva e Cunha disse...

ola
hoje passo por aqui para o convidar a ver o blog do meu pai
tem telas lindas
passe por lá e deixe o seu comentário
boa noite
beijinhos
Carla

wwww.acordeirodacunha.blogspot.com

Cris disse...

e ele, já tão doente, tão doente, não permitindo que o ajudassem, ajoelhou-se e olhando-a nos olhos, bem lá dentro, naquele lugar só dele, por tão dela, disse-lhe: - Que sorte eu tenho em ser teu, meu Amor, que sorte eu tenho por me amares tanto, tanto, assim...como só tu!

Um beijo imenso, imenso, Linda.
Emocionei-me tanto enquanto te li!

Nuno de Sousa disse...

Vivam as mulheres e que belo texto, bela a tela de óleo... está um belo trabalho mas isso já sei o que normalmente nos dás aqui...
Parabéns para ti... e para todas as mulheres, afinal amanhã é o vosso dia, embora para mim todos os dias sejam dias da mulher... afinal fazem bem falta por aqui :-)
Bjs grandes e um bom fds,
Nuno

Nuno de Sousa disse...

Se quiseres aparecer amanhã de tarde no E.lecrer do Algueirão, vão lá fazer um tributo à mulher, e estarei por lá... vem até lá amiga.
Bjs grandes,
Nuno

Mariz disse...

Salvé!
Sempre que te leio aprecio essa forma atraente e cativante da tua escrita, embora goste mais de uns posts que de outros.
Este foi um dos que leio de uma assentada quase em respirar e quando se chega ao fim...diz-se:
- acabou mesmo...óooo!
Mas vim aqui hoje especialmente para te informar que foi inaugurado um blog - mesmo estando inacabado - mas que visa informar o que necessário for, para ajudar o Planeta e também o nosso próximo; por isso lhe chamei "Ajuda e Divulgação".Lá, está visível uma prenda e um beijo, para todas, neste DIA ESPECIAL.
Seguidamente - e basta clikar no blog respectivo "ÓSCARES" - está já preparada uma homenagem, onde o prémio "MULHER 2009" espera a visita das que de uma forma mais assídua ou "en passant", vêm acompanhando o blog oficial "SOU PÒ E LUZ"! - que já nem te atreves a visitar, como de início que eras logo a primeira. Eu não mudei de estilo...Mas nesse também existe um mimo para todas.
Espero que gostes!

Abraço meu de sempre
Mariz

Mike disse...

Cartas destas fazem com que entenda porque não há, nem nunca haverá um Dia do Homem. :)

prafrente disse...

Que as mulheres ainda sejam vítimas de tanta especie de violência é um facto inquestionável.Agora também é verdade que começa a ser uma tanto ao quanto "patológico" apresentar a mulher no eterno papel de vítima.E convém relembrar algumas verdades esquecidas ou "camufladas":Nem sempre é o homem que detem o papel de agressor.

Para mim não existe superioridade masculina ou feminina. Existem homens e mulheres que habitam um mundo comum onde cada um deve dar o melhor de si próprio e onde se ama se trabalha e se chora...onde há certezas e desilusões...

Um beijinho para todas as mulheres do mundo inteiro...começando pela minha mãe...

claras manhãs disse...

Olá Cris

És um doce, minha querida

beijinho

claras manhãs disse...

Olá Nuninho

Obrigado meu querido.
mas o dia da Mulher cá em casa, é o dia dos dois.

beijinho

claras manhãs disse...

Olá Mariz querida


pensei que já te tinha explicado que não ando pela net.
Há dias que nem abro o pc, por isso a tua queixa, é igual a de todos os outros que não visito.
Também não mudei de estilo, para isso basta ler o Claras Manhãs desde início.
tenho andado a trabalhar e a trabalhar....

beijinho

claras manhãs disse...

Olá Mike

Embora com honrosas excepções, o dia do Homem é todos os dias, meu querido
risos, muitos

beijinho

claras manhãs disse...

Viva José

também ando com falta de tempo, até para abrir os mails.
Obrigado por todos.

Aqui, neste post, não há só mulheres mártires, há quase todas...
mas que há violência, isso há e, embora também haja já nos homens, a verdade é que são elas que morrem que nem tordos todas os anos.

beijinho