skip to main | skip to sidebar

9 de março de 2009

UM PÔR-DO-SOL





Não sei de quem é e tenho imensos nestas condições, portanto....




Não foi este que vi, apesar de também me encher as medidas, mas hoje ao ver o mais belo pôr-do-sol deste inverno, só me lembrava do telemóvel da SAPHOU.
Um pôr-do-sol que promete já a primavera.
Embora desde sempre tenha preferido o outono, este ano estou desejosa da primavera, do sol, não muito quente. A falta de sol deixa-me sempre um frio na alma.

A gaiata, nos seus dez anos, estava feliz, no jardim da casa onde passavam o verão, em pleno Agosto, olhando os vermelhos daquele fim de tarde bem quente, onde nem um sopro de aragem passava, quando lhe gritaram de uma janela, pequena, cimo ovalado, que tinha morrido o tio Jorge, de quem tanto gostava.
Um baque, cara estupefacta, só se lembrou de gritar para a janela, O QUÊ? Repetiram.
Sozinha no jardim, as lágrimas correndo-lhe pela cara, tinha morrido um dos seus protectores, pôs-se a cantar
O seu canto era misturado, de descansa em paz, coitado que morreste sozinho, que a terra te seja leve, saberás alguma vez o que de ti gostava, Pai Nosso trata-o bem, coitada da Avó que lhe morreu o irmão que mais companhia lhe fazia, Pai Nosso mas porque o deixaste morrer, e agora como vão ser os domingos sem ti, tu sabes que gostava de ti, nunca to disse, mas tu sabes como gostava de estar sentada ao teu colo……
Da mesma janela veio um grito
- Ingrata! não gostas de ninguém! ele morreu e tu cantas?
Janela fechando-se com estrondo não deixando sequer que se defendesse
O canto continuou baixinho, comendo as lágrimas que continuavam a cair, agora com mais intensidade, por ter percebido que metade sua infância tinha acabado.
Deixaste-nos sozinhas, a avó e eu, deverias ter tido mais cuidado, sabendo como dependíamos de ti, estou a ser injusta, coitado de ti, meu Deus ajuda-o…a terra leve, não quero, não sou capaz de rezar…..
- Não te disse para não cantares?! veio o grito da mesma janela, fechada mais uma vez com o mesmo estrondo
Ao jantar, à volta da mesa, falava-se de quem herdaria o quê


17 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA AMIGA, UM MISTO DE SENTIMENTOS, SAUDADES INCONPREENSÕES... EM MOMENTOS SAGRADOS PARA NÓS NEM SEMPRE SOMOS COMPREENDIDAS... A VIDA ÁS VEZES É INGRATA E AS PESSOAS SÃO-O AINDA MAIS... UM GRNDE ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Jyhael disse...

NO SENTIDO PROPIO QUE DANNOS OS OLLOS O DESPERTAR DA VIDA, NO FUTURO NO QUE NOS PRESTAN VIVIR, NO PRESENTE MESMO DA CONSECUENCIA PROPIA DA VONTADE DE EXISTIR, ALUMANOS O SOL, O FERMOSO SOL QUE MARCA OS TEMPOS DA FORXA, QUE VAI FACENDO DE NOS CAMIÑANTES, PEREGRINOS FERMOSOS DE CAMIÑOS INSONDABLES, DEIXANDO FRAGANCIAS E AROMAS CHEAS DE EMOCIONS, QUE UN DIA SERÁN, RECORDOS DE VIDA PARA AQUELES QUE VAMOS DEIXANDO ATRÁS, NESTE FERMOSO CAMIÑO DE CONSECUENCIAS FIRMADAS... TODO UN PRACER, HABER CHEGADO ATA AQUÍ, DENDE GALICIA, ESPAÑA... JYHAEL

manzas disse...

Linda a foto e o seu texto!


Num momento desnudado de inspiração
Apuro sentidos desconhecidos nas janelas do mundo…
Abro longas cortinas entreabertas da imaginação
E sonho despertar, num sono em que não durmo

Um resto de um bom dia e semana
Continuando, com a boa inspiração…

O eterno abraço…

-MANZAS-

Valentim Coelho disse...

Eu também gosto do sol.
O por do sol é lindo.
Beijinhos

Mike disse...

Alguém não podia cantar mas houve gente a assobiar para o ar... ;)

claras manhãs disse...

Olá Fernanda

Acontece, claro.
Obrigado pelo teu comentário

beijinho

claras manhãs disse...

Olá Jyhael

Bem-vinda, desde a Galicia!
O prezer é meu, de te ter aqui

Beijinho

claras manhãs disse...

Olá Manzas

Obrigado pelo comentário, lindo

Beijinho

claras manhãs disse...

Olá Valentim


E que dias maravilhosos que estão!

beijinho

claras manhãs disse...

Olá Mike

risos
Acontece, não é?
Houve uma 'intervenção' da tmn aqui na área e ando, desde sábado, com velocidades que oscilão entre 1 e 5 kps, e ando meia desesperada
risos
insuportável andar na net, assim.

beijinho

Anónimo disse...

http://www.20minutos.es/noticia/455930/0/gays/adopcion/israel/

CASAL GAY ISRAELITA ADOPTA HOMOSSEXUAL COM 30 ANOS
«Una pareja de homosexuales israelíes ha logrado su sueño de ser padres legalmente. Yossi Even-Kama, un joven de treinta años, se ha convertido en hijo a todos los efectos del matrimonio formado por Uzi Even y Amit Kama, una pareja que acogió al joven, también homosexual, cuando éste tenía dieciséis años.

Mofina Mendes disse...

Amiga, tenho um pedido para si no meu cantinho.

claras manhãs disse...

Olá Anónimo

Obrigado pela informação que me deixou bem contente.
Ainda há casais homossexuais que consiguem adoptar, homossexual ou não, com dezasseis ou trinta anos, tanto faz.
Fica a boa notícia

beijinho

claras manhãs disse...

Olá Mofina Mendes

já lá vou ver

beijinho

saphou disse...

Quem fechou a janela não entende nada de sentimentos, tem as janelas do seu ser todas aferrolhadas. O sofrimento pode ser cantado, gritado, calado, chorado, petrificado, abafado...tantas formas de sentir.

saphou disse...

pintado, dançado, esculpido, escrito...e por aí além.

claras manhãs disse...

Olá Saphou

Acertou em cheio, em relação a quem está aferroado.
Não só o sofrimento, penso, qualquer sentimento, mas é costume o sofrimento ser calado (leia-se silenciado) e chorado. Sempre que se sai do normalizado há alguém que se lixa

beijinho