skip to main | skip to sidebar

3 de dezembro de 2008

RESPOSTA AO "E TU...QUEM ÉS?"








Esta é a resposta ao post do BARTOLOMEU


Sou alguém que veio de terras quentes e brilhantes, onde o mel escorre e a areia, de mares espumosos e claros, corre doce sob a ventania
para uma terra fria, onde o Amor é raro, o vento fraco, as tempestades sujas, para fazer pontes onde o Amor florisse, o vento se tornasse forte e as tempestades raiassem em claras harmonias
Sou alguém que à terra veio, esperançosa, mas como tudo foi abolido, a frustração foi imensa sem saber o porquê.
Reguila fiquei, insatisfeita de tudo que me ensinavam, procurando o caminho que deveria percorrer, com o qual não atinava.
Até mim chegam frases de memórias antigas, que me trazem alguma Paz.
Reaprendo a olhar o Universo, o que me provoca saudade, que sempre me faz chegar as lágrimas aos olhos, comungando com Ele, o que me redime.
Sou alguém de espírito nobre e guerreiro, com muitas lutas por vencer, antes de poder depor a espada, que tem medo do próximo devir, por ser tão pedregoso o que me recusei a aplainar.
Sou filha do Amor Puro, de ideais e de sonhos enormes, que sempre me têm ultrapassado, caminhos tenho percorrido, desviando-me de alguns, escarpas tenho subido, sabendo que as mais difíceis estão por vir
Ah! bebi amores e com asco vomitei cruéis infelicidades, ao desamor respondi, ainda, com desamor
Faço parte do sonho por cumprir, do desejo inacabado, o verbo sou, mas sou também a flor que renasce com o calor do sol outonal ou primaveril
Da terra à terra retorno sempre esperançosa… porque quero chegar
Gostei de saber…. Quem tu és.
E tu?...Quem és ?



15 comentários:

Fatyly disse...

"Gostei de saber...Quem tu és".

e Eu? oh que caramba, sou o que sou, o que sempre fui e que nada e nem ninguém conseguirá derrubar ou destruir: uma mistela de sonhos, sorrisos, esperança, modéstia, e acreditar, explosiva e faladora, amiga do seu amigo e até dos inimigos porque acabo por ter pena deles, nada lamechas, quero lá saber do que já passei, cheinha de defeitos e hoje como acordei bem disposta recebe aquele abraço que bem conheces:) que só será derrubada pelo o mais que inevitável: a morte!
No fim: normalissima e comum ou igual a tantos que se cruzam nos nossos caminhos e que infelizmente a maioria só gira em torno do seu umbigo, não dá significado algum!

Beijocas.

claras manhãs disse...

Minha Querida

Como gosto de te conhecer! e o respeito que tenho por ti
Tu sabes!

beijinho

Gigi disse...

Eu sou alguém que lê o Claras Manhãs quase sempre em silêncio. Sou calada e reservada, porém, se alguém quiser uma opinião é só pedir pois com prazer a manifestarei ao mundo inteiro se preciso fôr! (costumo dizer que a quem tem 'medo' de ouvir a minha opinião, que não a peça pois eu entro a doer!)
Sou aquela que escreve não para ser lida mas sim ouvida, sou aquela que espera que não reparem em mim mas desejando isso mesmo em simultâneo. Sou a incompreendida e talvez a mais indesejadada da família... se as pessoas se medem pelos inimigos então eu sou uma maravilha de pessoa!...
Sou despretensiosamente pretensiosa...
Sou a Gina. Sou eu.
beijos :)

inespimentel disse...

Sou desilusão e esperança;
lágrimas de alegria, e de sofrimento também
medo e coragem,
um pequeno vazio onde habita o universo
o tudo... o nada...
um coração... enquanto ele bater;
uma expiração... uma inspiração;
um suspiro fundo, e prolongado!
... é isto que sou, fora o resto!

Minuxa, o humor mantém-se igual... então para a mesma pergunta dei igual resposta!
Bjinho

claras manhãs disse...

Olá Gigi


Minha querida isso da incompreensão da família, só tem uma solução, acredita.
Marimba!
Sei que não é fácil, mas é o único caminho, para que não doa tanto.

beijinho e obrigado por me leres.

claras manhãs disse...

Inês, querida


Tu sabes como são as nuvens
Vêm e vão
algumas são mais teimosas

beijinho

Funes, o memorioso disse...

E tu?...Quem és ?

De mim, egocêntrico e narcisista, ninguém pode dizer "ele é". Nem sequer é correcto eu dizer de mim próprio: "eu sou". Na minha perfeição auto-reflexiva, a fórmula mais aproximada que consigo para me descrever com exactidão é: "eu sou-me".

claras manhãs disse...

Eu sei Funes

por isso é que gosto tanto de si.
A paixão continua.


beijinho

Bartolomeu disse...

Interessantíssimos olhares sobre o ser individual. Diferentes prespectivas, porem convergentes no essencial... o espírito.
Se todos perceberam, e penso que sim, ninguem aqui aludiu ao seu lado espiritual, excepção para o post, onde de forma metaforica, como aliás pretende ser o sentido da questão, esse aspecto é assinalado.
Não querem os e as comentadores(as) recomentar?
;)

claras manhãs disse...

Olá Bartolomeu


Engraçado, não pensei que as diferenças fossem tão grandes.
Mas se o dizes...

Gostei de fazer este exercício, aclarou algumas coisas. Obrigado por isso.

beijinho

Desnuda disse...

Que texto lindo! Magnífico...O vídeo também...


Dentro de você, com certeza, existe muito de mim. Na verdade, penso que somos todos Um e/ou um de Todos. Coração que sente, espírito que anseia, mente e corpo inperfeitos, mas a semelhança do Criador. E assim sendo, terei oportunidades inúmeras de melhorar. Não quero morrer, pior do que sou. Nem quero ser melhor do que ninguém no momento que estou. Mas muitas vezes me acho, pelo que vejo e sinto ao redor. E isso não me faz feliz. Em poucas, pior. E isso me faz feliz. Não sou igual, nem diferente. Sou flor e espinho. Sou acolhedora por natureza e pelo dom divino da Mãe Natureza, eu Sou.


Grande beijo

Desnuda disse...

Ops...imperfeitos..Vê? Somos sim....Rsrss

Funes, o memorioso disse...

Querida Claras,

Eu estava a tentar fazer de mim uma descrição que me apresentasse como um ser destestável, absolutamente egocêntrico e centrado em mim mesmo! :-)

claras manhãs disse...

Olá Desnuda


Sabes que és a primeira pessoa que me fala do video?
Às tantas também és a primeira que o vê.
É lindo, não é?
Gostei de te conhecer, Desnuda.

beijinho

claras manhãs disse...

Olá Funes Querido

Não foi eficaz (sorriso)
Até um Vice-Deus se engana nos argumentos

beijinho